Fases do processo de candidatura

Instruções

O processo de candidatura desenrola-se em sete fases distintas, sendo estas identificadas por uma barra identificativa de cada uma delas. Para realizar a candidatura deverá ler estas instruções e munir-se da documentação necessária em suporte digital (formato pdf).

Fase 1

Na primeira fase deverá começar por identificar a criança através do número do documento de identificação da mesma (Bilhete de Identidade, Cédula Pessoal, Cartão de Cidadão ou Passaporte) e após esta operação deverá preencher, completar ou apenas verificar os dados pessoais da mesma.

Fase 2

Nesta fase, deverá identificar os pais da criança, sendo crucial o número de identificação fiscal de cada um dos pais e mais uma vez, preencher, completar ou apenas verificar todos os dados.

Fase 3

Nesta fase, deverá identificar todos os indivíduos que constituem o agregado familiar da criança (excluindo a própria).

Fase 4

Na fase 4, deverá indicar se pretende que a criança frequente ou não as atividades de enriquecimento curricular e fornecer os dados necessários para que seja determinada a mensalidade a aplicar ao caso da criança. Caso não pretenda declarar os rendimentos do agregado familiar, ser-lhe-á aplicada a mensalidade máxima em vigor.

Fase 5

Nesta fase, terá de submeter, em formato PDF, os seguintes documentos:

Os quatro últimos documentos, não serão exigidos, caso opte pela capitação máxima.

Fase 6

Nesta fase, deverá submeter uma fotografia tipo passe, a cores, da criança.

Fase 7

Serão exibidos os resultados da candidatura, bem como as instruções sobre como proceder caso existam irregularidades. Caso a candidatura tenha sido submetida com sucesso receberá um email de confirmação. Se não o receber contacte-nos.

Caso tenha alguma dúvida ou dificuldade durante o processo de candidatura, contacte-nos através do email uti@sas.ulisboa.pt

Para iniciar a candidatura clique aqui
Topo da Página »